Treinamentos

image

Curso ECF na Prática. SPED Contábil e Fiscal

Revisão da ECD a Elaboração da ECF
Regras – Mapeamento – Validação – Cruzamento de Dados
Curso Prático – Trazer Notebook e Arquivo txt

Conhecimento:   visão clara e objetiva das regras da ECD e a adequação aos blocos e registros na ECF – Escrituração Contábil Fiscal.

Validação e tomada de decisões:  consistência de dados, atendimento das exigências fiscais e evitar pendências no cruzamento de dados.

Data/Cidade:

13 de Junho de 2019 (quinta-feira) – São Paulo SP – Espaço de Eventos na Av. Paulista

25 de Junho de 2019 (terça-feira) – Rio de Janeiro RJ – Auditório Hotel na Região Central

27 de Junho de 2019 (quinta-feira) – Curitiba PR – Auditório Hotel na Região Central

28 de Junho de 2019 (sexta-feira) – Porto Alegre RS – Auditório Hotel na Região Central

01 de Julho de 2019 (segunda-feira) – São Paulo SP – Espaço de Eventos na Av. Paulista

11 de Julho de 2019 (quinta-feira) – Goiânia GO – Auditório Hotel na Região Central

18 de Julho de 2019 (quinta-feira) – São Luiz MA – Auditório Hotel na Região Central

24 de Julho de 2019 (quarta-feira) – Recife PE – Auditório Hotel na Região Central

Horário: 08h30 às 12h e das 13h às 18h  – Carga horária: 08 hora aula.

 

Apresentação
O projeto SPED é um grande avanço na validação de bases fiscais, substituindo o conceito de informações “sintéticas”, por dados mais consistentes, bem como possibilitando o “compartilhamento” de informações essenciais entre as administrações tributárias dos Municípios, dos Estados, do Distrito Federal e da União.
Sendo assim, os tradicionais fluxos contábeis e fiscais devem ser revistos a fim de adequar às novas exigências, possibilitando assim a segurança na formação de bases, bem como a correção de eventuais erros apontados neste processo.

Objetivo
Conhecimento: visão clara e objetiva das regras da ECD e a adequação aos blocos e registros na ECF – Escrituração Contábil Fiscal;
Validação e tomada de decisões: consistência de dados, atendimento das exigências fiscais e evitar pendências no cruzamento de dados.

A Quem se Destina:
Profissionais da área contábil (contadores, contabilistas, auditores e assistentes), gestores, T&I – Teconologia da Informação) e outros que se relacionam com o tema.

Metodologia:
Carga Horária: 8 hs presenciais, mais plantão de dúvidas;
Conteúdo: apostila em formato papel e demais materiais* (slides, legislação, planilhas, casos práticos e modelos em .txt),
Aula Expositiva e Interativa: apresentação, discussão e visão prática e interatividade instrutor x participantes nos casos previstos ou apresentados em sala de aula;
Recursos Técnicos: data-show, slides, planilhas eletrônicas e aplicativos oficiais;
Pós Evento: plantão de dúvidas (e-mail, skype, chat, conference call e outras).

Inovação:
o Casos práticos discutidos diretamente nos PVA oficiais;
o Revisão e avaliação dos casos dos participantes;
o Dicas e condições para correção escrituações enviadas e aproveitamento de créditos.

Programa:
1. Introdução:
Visão geral no processo de prestação de informações ao Fisco;
Uso em Implementação de Ferramentas: parametrização entre sistemas, criação de arquivos (.txt) na exportação de informações e outras situações;
Agrupamento de Informações (pastas): análise quanto a origem dos dados, controles necessários e uso da informação pelo Fisco;
Retrabalhos face aos dados enviados ao SPED: principais informações na validação ou que possam ser extraídos de escriturações transmitidas.
Principais erros e consequências fiscais e financeiras.

2. Breve Relato de Escriturações e Declarações e seus Vínculos a ECF
Visão Geral da ECD:
Estrutura, principais cuidados aos registros contábeis, lista de registros na migração para a ECF;
Revisão no Fluxo Contábil: plano de contas, históricos, centro de custos, períodos de encerramento e demonstrações contábeis;
Adaptação dos novos planos de contas referenciais (L100, L300, P100, P150, U100 e U150);
Outras: principais erros e forma de correção, regras aos contribuintes que não enviaram a ECD.
EFD ICMS/IPI e EFD Contribuições: principais pontos na validação de dados na ECF;
DCTF e DCTFweb e PERDcomps: pontos na validação de dados na ECF.

3. ECF – Escrituração Contábil Fiscal – IN RFB Nº 1.422/2013
Regras Gerais: obrigatoriedade, finalidade, penalidades, principais erros e formas de retificação, novos usuários e demais alterações;
Pontos Convergentes e Divergentes da ECF X ECD: métodos e critérios contábeis, reflexos da transição, períodos na composição dos registros (I150, I350) e Demonstrações Contábeis;
Revisão de Fluxos Contábeis na ECD: plano de contas, históricos, consistência de dados e outros elementos no mapeamento e migração de informações para a ECF;
Estrutura da Escrituração: blocos, registros, ações a serem implementadas ou revisadas em sistemas corporativos, novos procedimentos contábeis aos registros dos fatos e demais situações;
Relatórios e Demonstrações Contábeis: novidades, periodos (anual, trimestral ou periódico);
Pontos de Convergências na Validação de Dados: internos e externos, mediante o cruzamento de informações inter escriturações, declarações ou relatórios ao fisco ou a terceiros;
Vínculos e Aproveitamento de Dados de Sistemas Gerenciais na ECF:
Apurações de Tributos: real, presumido e estimativas;
Escrituração de Ajustes Fiscais: contas / subcontas, e-lalur, e-lacs;
Outros Mapas e Controles: lucro da exploração, retenções, incentivos e beneficios fiscais, preços de transferência e outros.

4. Leiaute Oficial da ECF – Escrituração Contábil Fiscal.
Considerações Iniciais: cuidados, formas de cruzamento, consistência e demais Informações;
Blocos de Natureza Básica:
Bloco 0: Abertura, Identificação, Referência e Parâmetros;
Bloco 9: Controle e Encerramento do Arquivo.
Blocos Associados ao Lucro Real:
Bloco C: Informações Recuperadas da ECD, relativas ao ano calendário;
Bloco E: Informações Recuperadas da ECF anterior e cálculo fiscal dos dados recuperados da ECD;
Bloco J: Plano de Contas e Mapeamento;
Bloco K: Saldos das Contas Contábeis e Referenciais;
Bloco L: Lucro Real;
Bloco M: Livro Eletrônico de Apuração do Lucro Real (e-Lalur) e Livro Eletrônico de Apuração da Base de Cálculo da CSLL (e-Lacs);
Bloco N: Cálculo do IRPJ e da CSLL;
Blocos Associados a Demais Formas de Tributação:
Bloco P: Lucro Presumido;
Bloco T: Lucro Arbitrado;
Bloco U: Imunes e Isentas;
Blocos de Caráter Informativo:
Bloco X: Informações Econômicas;
Bloco Y: Informações Gerais.

5. Outras Considerações:
Identificação e formação de bases em estimativas (IRPJ e CSLL);
Principais ajustes fiscais (blocos “J”, “K”, “L” e “M”) reflexos de acordo com a legislação do IRPJ e CSLL;
Controle de valores, lucro da exploração, incentivos fiscais e situações especiais;
Modelo de Escrituração em .txt.

6. ECD e ECF na Prática:
Avaliação dos arquivos em .txt, das escriturações dos participantes;
Elaboração, detalhes em registros e campos, pontos de cruzamento e validação e formas de inter relacionamento de dados (EFDs, Declarações e Sistemas Gerenciais);
Lucro Real, Presumido e Imunes e Isentas;
Outras Situações: retificação e suas consequências, lucro da exploração e demais condições.

Material eletrônico:
Conteúdo Didático e Intelectual: em pdf
Livreto Técnico: regras detalhadas em tópicos de fácil navegação e links com outros materiais;
Livreto de Casos e Exercícios: questionários em reforço de entendimentos e outros casos para desenvolvimento pós-evento. Legislação Agregada: formatada de fácil acesso e visualização;

Instrutor: Wilson Galdino

  • Consultor Empresarial na área contábil Tributária  há 20 anos, em empresas no segmento de indústria, comércio e serviços.
  • Especialista em Inteligência Fiscal na elaboração de rotinas eletrônicas na validação e confronto.
  • Contador, Economista, Especialização em Contabilidade Internacional; Especialização em Tributos  Federais e Contabilidade;
  • Especialização em Contabilidade Internacional (Universidade La Salle de Sud América) e Contabilidade Tributária.
  • Especialista em Inteligência Fiscal na elaboração de rotinas eletrônicas na validação e confronto.
  • Cargos Ocupados: Contador, Consultor Especialista, Instrutor de Treinamentos Empresariais, Editor de Obras (Contábeis e Tributárias) em empresas multinacionais nos setores de indústria metalúrgica, comércio e serviços em operações no Brasil e no Exterior (Brasil, Chile, Estados Unidos, Portugal e Alemanha).
  • Instrutor de treinamentos na área Contábil Tributária, em todo o Brasil há 20 anos. Pela a Facio e Treinamentos desde 2006 na região Sul e SP, com excelente avaliação em todos os treinamentos.

Programação do evento

– Horário: 0830h  às 18h
– Carga Horária: 08h/aula
– Recepção e Entrega do material: A partir das 08h

  • 08h30    Início do curso
  • 10h  Coffee Break
  • 12h Intervalo para Almoço
  • 13h30  Retorno para o  treinamento
  • 18h Encerramento do treinamento.

Inclui: Material didático e de apoio,  Coffee break e Certificado de participação.

Investimento: Consulte condição Especial para  inscrições antecipadas.

Email: inscricao@facioeventos.com.br

(41) 3015-4154

Desconto Especial para mais de uma inscrição.

Para grupos e in company Contate-nos e confira as vantagens. E-mail: inscricao@facioeventos.com.br

PARA INSCRIÇÃO:

Se o faturamento for para Pessoa Jurídica é necessário informar o CNPJ da empresa para emissão do faturamento; contato do responsável pelas inscrições e  nome completo e e-mail dos participantes.
E-mail: inscricao@facioeventos.com.br

Retornamos confirmando o recebimento e para combinar os detalhes sobre o vencimento/pagamento e do local de realização.

Forma de pagamento: Boleto Bancário e e-NF direto pela Facio Treinamentos, vai por E-mail. Cartão de Crédito (parcelado) via PagSeguro .

Mais Informações:

E-mail: inscricao@facioeventos.com.br 

Fone: (41) 3015-4154

O Treinamento é aberto e depende de adesão/inscrições e quórum mínimo para a realização.
A confirmação do treinamento ocorrerá em até 48 horas de sua realização (salvo imprevisto de força maior), podendo em muitos casos ocorrer antes, assim que atingir o quórum mínimo.
Em caso de cancelamento por iniciativa da Facio Treinamentos, todo o valor pago será integralmente devolvido. Para quem depende de viagem, gentileza não providenciar sem a confirmação da realização e informar noato da inscrição, para o devido cuidados na informações informações sobre a realização.
Em razão de quórum mínimo necessário para a realização dos Cursos programados, a Facio Treinamenos se reserva no direito de prorrogar ou cancelar o evento, sendo informadoaos inscrtos.

A Facio

Saiba mais sobre a empresa

A Empresa

Profissionalize-se

Aumente o seu valor de mercado

Organize-se

Veja o nosso calendário de cursos